Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Acerca

O objetivo do projeto Saúde Sem Fronteiras é melhorar as competências de literacia para a saúde dos jovens migrantes, refugiados e jovens marginalizados numa perspetiva de aprendizagem integrada, ao mesmo tempo que promove um conjunto de abordagens sócio-educativas inovadoras para os educadores de jovens com o intuito de sensibilizar os jovens migrantes e refugiados para a importância da literacia a nível saúde na sua vida quotidiana.

O Projeto

Há provas crescentes de que a saúde e a educação estão intimamente ligadas e influenciam outros parâmetros, tais como a pobreza e os níveis de rendimento. É sabido que a educação tem o poder de melhorar não só a prosperidade, mas tem um enorme efeito nos resultados da saúde. Apesar dos imensos benefícios, a literacia na saúde continua a ser um desafio para a saúde pública europeia. Os resultados da investigação referem que mais de um terço da população da UE enfrenta dificuldades em encontrar, compreender, avaliar e utilizar a informação para gerir a sua saúde (Sørensen et al., 2015). É também importante salientar que, atualmente, a pandemia da COVID-19 está a alastrar por todo o mundo. A alfabetização sanitária deve ter um impacto significativo durante esta pandemia, a fim de combater a propagação mais rápida do vírus. Considerando estes desenvolvimentos pandémicos globais, um dos principais desafios é fornecer cuidados de saúde e educação adequados aos migrantes e refugiados em toda a Europa. O Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados Filippo Grandi adverte que a nova vaga de refugiados que chega à Europa está a viver com condições sanitárias muito deficientes, que são especialmente vulneráveis à pandemia. Por conseguinte, o difícil acesso à educação e à alfabetização sanitária torna esta população extremamente vulnerável.

Parceiros

O apoio da Comissão Europeia à produção desta publicação não constitui uma aprovação do seu conteúdo, que reflete apenas a opinião dos autores, e a Comissão não pode ser responsabilizada por qualquer utilização que possa ser feita das informações nela contidas.